Colagem Belca em prol da saúde mental da mulher no "Conta, Mana"


Como eu já contei em algumas ocasiões, o meu mergulho no universo da arte ocorreu depois de uma fase muito difícil da minha vida, em que acabei desenvolvendo a Síndrome de Burnout, um distúrbio mental e emocional que vem afligindo cada vez mais pessoas em nossa sociedade.


Assim, me senti muito feliz ao conhecer o projeto Conta, Mana, desenvolvido pela farmacêutica Medley com o objetivo de oferecer ações de suporte à saúde mental das mulheres brasileiras. É muito bom ver que uma empresa desse porte está empenhada em uma causa tão nobre.


Melhor ainda é poder ser parceira dessa iniciativa, uma vez que fui convidada para produzir sessenta pequenos quadros, com mensagens de inspiração e conscientização, que estão sendo enviados junto com o “press kit” da campanha a destacadas influenciadoras, mulheres capazes de dar uma relevante colaboração nesse trabalho em prol da saúde mental feminina.

Segundo a Medley, esse projeto é fruto do reconhecimento do papel essencial das mulheres na sociedade e do peso mental que isso gera. Desde o cuidado com os filhos, a casa e a família, onde muitas vezes o bem-estar do outro é prioridade e, de forma desapercebida, muitas enfrentam a normatização do cansaço, do “se sentir mal”, sem saber o motivo e nem entender que a sobrecarga mental pode ser a responsável por desencadear desconfortos físicos e psicológicos.


Assim, o @conta.mana tem como objetivo debater a saúde mental das mulheres partindo de um termo que muitas já usam e dominam: o bem-estar. Por meio de debates que vêm ocorrendo em diversas plataformas, como programas femininos da tevê aberta, até conteúdos didáticos que estarão disponíveis no site do projeto e nas redes sociais da campanha, as mulheres poderão reconhecer e entender os benefícios e a importância de manterem a própria saúde mental em dia.


Vale lembrar, aliás, que a colagem foi fundamental no meu próprio processo de recuperação. Afinal, ela também pode ser encarada como uma atividade terapêutica, uma vez que proporciona uma prática meditativa e de bem-estar, um verdadeiro refúgio interior em nosso agitado dia a dia.

Além disso, as infinitas possibilidades de composição do recorte e colagem trazem uma linda analogia às fases da vida: construção, desconstrução e reconstrução. Dessa forma, a colagem exige criatividade para compor um novo cenário com os mesmos elementos, oferecendo a quem a pratica um modo mais leve e saudável de enfrentar a vida.


Por tudo isso, só me resta elogiar iniciativas como a Conta, Mana e agradecer mais uma vez à @medleyfarmaceutica por esta oportunidade de poder utilizar minha arte e a colagem @belca para auxiliar em uma causa tão nobre.